domingo, 13 de novembro de 2011


Sinopse

É um espetáculo de Marionetas e teatro, baseado no conto “A lenda do pai Natal”

«Só o tilintar longínquo das campainhas de um trenó rompia o silêncio gelado que reinava sobre a floresta. 
Estas campainhas anunciavam a última viagem do homem conhecido por Santa Claus.
Santa Claus estava moribundo. A sua vida de mortal passara demasiado depressa. 
Estava velho e cansado, e o seu fim aproximava-se.
A sua única esperança era que os seus amigos conseguissem chegar à montanha distante onde vivia o Rei Gnomo. Só ele podia evitar que o mundo perdesse Santa Claus para sempre…»

Esta peça questiona se valerá a pena o Pai Natal ser eterno, quais os valores humanos, de partilha, de amor. «Ele mudou a vida de todos aqueles que conheceu. Até mesmo entre os imortais» No desenrolar dos acontecimentos é apelado ás crianças a ajuda no reconhecimento dos seus valores, (praticar o bem, ser amável, prestável, ajudar o próximo, amar o nosso irmão) para que se consiga convencer o Rei Gnomo a dar-lhe a imortalidade.

A ninfa explica como o encontraram em bebé, abandonado na floresta e como o acolheram. Depois o seu crescimento e a sua busca de identidade perto dos humanos. 
A luta do bem e do mal. A conquista do bem, e a sua pratica junto dos humanos... Até ao dia em que é visitado pelo anjo da morte que, baralhado com tantos nomes, Claus, conhecido pelo nome de Santa Claus, Kris Kringle, São Nicolau, Pai natal…se ir embora deixando-lhe apenas mais um dia. É nessa noite que os amigos o levam encontrando-se nesse momento junto do grande Rei.
«Acorda Claus, Tens muito que fazer! Há um mundo inteiro que acredita que existirá sempre um Pai Natal»

Fotos das Marionetas














PAI NATAL


«Santa Claus na tradição nórdica, 
Pai Natal na cultura mediterrânea, 
é de um mesmo mito da cultura cristã que nos fala este belíssimo livro assinado por Michael G. Ploog baseado no romance de Frank Baum. 
Ao contrário do que muitos pensam, 
o Pai Natal não é invenção.»

Condições Técnicas


                                  
Publico: Famílias / para todas as idades
Tempo de duração aprox: 60 min

Espaço cenográfico: 12 m2
Condição da sala: Quanto mais escura melhor / Anfiteatro

Tempo de montagem: 2 horas     
Tempo de desmontagem: 1,30 horas 

Ficha Tecnica


Texto original – A lenda do pai natal de Michael G. Ploog
Produção – Associação Cafinvenções
Direcção Artística e Encenação - Carla Alex
Adaptação e Dramatização do Texto – Filipa Baptista
Técnica e Marionetas - Carla Alex
Criação Plástica – Safaneta, Carla Alex e Filipa Baptista
Ilustração – Marta Ribeiro e Carla Alex
Manipulação – Carla Alex, Filipa Baptista e Safaneta
Luminotécnica e sonoplastia - Filipa Baptista
Desenho gráfico – Ivo Leite

Baseado no livro:





Este espectáculo
foi estreado no dia 9 Dezembro 2011 
 na Biblioteca de Carnaxide, em Lisboa